Dentes de leite: cuidados e atenções

Dentes de leite: cuidados e atenções ARM Odontológicos

8 de outubro de 2019

Tudo o que você precisa saber sobre o assunto!

Os dentes de leite – ou decíduos – geram muitas dúvidas em mães e pais, principalmente se for o primeiro filho. Porém, é muito importante se manter antenado no assunto para avaliar o desenvolvimento da arcada dentária dos pequenos. 

É claro que o acompanhamento odontopediátrico é absolutamente necessário. Mas, sabendo das principais características e cuidados com os dentes de leite, é possível analisar em casa o bom desenvolvimento dos mesmos. 

Os primeiros dentes costumam aparecer na parte inferior, normalmente quando o bebê completa 6 meses. Já os superiores nascem por volta de um ano e os molares com 1 ano e 6 meses. A arcada fica completa após o surgimento dos 20 dentes.

Porém, cada criança se desenvolve em determinado tempo, podendo demorar mais ou menos tempo para que todos os dentinhos aparecem. Aliás, vale lembrar que os dentes de leite são essenciais, pois ajudam na mastigação, no desenvolvimento da fala, além dos músculos do rosto.

Cuidados

Normalmente, o processo de nascer um dente pode ser bastante incômodo. Para amenizar possíveis dores, você pode fazer massagem na gengiva do bebê com o dedo limpo e higienizado, mordedores e alimentos gelados também ajudam a aliviar essa dor.

E assim como os dentes permanentes, os de leite precisam de cuidados. Por isso, é recomendável estimular a higienização bucal desde cedo, para que cresçam fortes e livres de qualquer problema. 

Dessa forma você evitará cáries e sensibilidade, por exemplo. Não se engane: dentes de leite podem, sim, ter problemas sérios como cáries e canal. Por isso, o acompanhamento profissional é essencial, já que indicará todos os cuidados que devem ser tomados. 

Primeira troca

Dos 6 aos 12 anos de idade, os dentes de leite começam a cair para dar espaço aos permanentes. O primeiro sinal é o amolecimento. Porém, vale destacar que, na maioria dos casos, não é preciso intervenção odontológica, já que caem sozinhos e naturalmente. 

Algumas crianças se incomodam com as janelinhas que aparecem no sorriso… Mas explique que é somente uma fase e que logo os permanentes irão aparecer. É preciso apenas de paciência.

A chegada dos permanentes 

É comum os dentes permanentes nascerem quando os de leite ainda não caíram totalmente. Neste caso, geralmente é preciso de intervenção profissional. Aliás, essa fase pode gerar um certo desconforto, já que a boca ganha 12 dentes a mais que os de leite. Então, fique atento aos sinais do seu filho! 

É comum os dentes fixos – permanentes nascerem quando os de leite ainda não caíram totalmente. Mas, com o tempo, tudo se normaliza – Nesse caso, geralmente é preciso de intervenção profissional. Aliás, essa fase pode gerar um certo desconforto, já que a boca ganha 12 dentes a mais que os de leite. Então, fique atento aos sinais do seu filho!

Encontre profissionais de confiança na rede credenciada dos planos da ARM e garanta sua saúde bucal e de toda sua família. Converse conosco e saiba todas as suas possibilidades!